Carlos Maciá

St. Provisória

Carlos Maciá (Espanha)

 

Na sua exposição no Carpe Diem Arte e Pesquisa, Carlos Maciá ocupa diferentes espaços do Palácio Pombal, para realizar intervenções pictóricas específicas em diálogo com a arquitectura do local. Tratam-se, pois, de apropriações invasivas da pintura, uma pintura expandida e expansiva, que invade o espaço envolvendo os seus elementos arquitectónicos, utilizando-os como simples desculpa para indagar sobre os limites do próprio medium, sobre o “que” e o “como” continuar a pintar hoje dia. Uma das obsessões que percorrem a obra do Carlos Maciá é a utilização de todas aquelas atitudes que a priori carecem duma intenção artística, de resgatar acidentes afortunados. Os trabalhos aqui apresentados são abertos e adaptáveis, aproveitando as situações que surgem até dar com a intervenção final.

 

Apoio: Governo da Espanha (AC/E) e Instituto Cervantes

Toggle collapsible region

desenvolvido por white imago