Sandro Ferreira

Ida e Volta

Tendo como referência a guerra do Ultramar, ultimo fôlego de um Portugal colonial, gasto e cansado, reconstroem-se memórias, numa tentativa de criação de uma nova alma e de um entender a partir do exterior. Dos que foram defender aos que tiveram de fugir existe uma memória tabu que se reflete num despertar de novos significados que a distância deixa tocar.

BIOGRAFIA

Sandro Ferreira (1975) é o vencedor da terceira edição da Leitura de Portfólios 2014 organizada pelo Laboratório de Fotografia CDAP. Formou-se em Artes Gráficas e trabalha no Instituto Politécnico de Tomar. Terminou em 2010 a Licenciatura em Artes Plásticas - Pintura e Intermédia nessa mesma instituição, começou aí a estruturar o trabalho que tem vindo a desenvolver em torno da Guerra Colonial e que tem apresentado em várias exposições colectivas e individuais. Em 2013 foi um dos 9 seleccionados do Prémio EDP Novos Artistas.

Página do Artista

Toggle collapsible region

desenvolvido por white imago