Carlos Noronha Feio

Trying to reach point zero
 
Carlos Noronha Feio (Portugal)
 
 
A ideia do recomeço percorre o trabalho artístico de Carlos Noronha Feio. Trying to reach point zero, video performance que o artista apresenta no Carpe Diem Arte e Pesquisa, reforça essa ideia. Na instalação, onde uma aura vermelha cria uma moldura para a performance, somos espectadores de uma desconstrução, através da poda de uma árvore. Um corte tão extremo que nos deixa somente com o tronco central. Trata-se de uma metáfora onde a força destrutiva humana tenta começar de novo. A experiência de recomeço, a crença na capacidade de reorganização e de revitalização civilizacional estão na base desta ação.
 
Cortesia: Coleção José Correia Lima
 

Carlos Noronha Feio é um artista baseado em Londres.Carlos Noronha Feio tem uma prática diversificada que inclui ações, performance, vídeo, desenho, pintura, fotografia e instalação. Ele consome, manipula, justapõe e executa ou re-coloca os medias como uma pesquisa sobre a identidade cultural, local e global. Noronha Feio freqüentemente adota imagens, locais e símbolos culturalmente significativos como uma forma de interferência criativa com o significado e demonstra a natureza quase arbitrária em que o significado cultural é adotado ou interpretado.

Suas exposição recentes incluem Accumulation, Displacement, Deletion, Rearrangement, and Insistence na Narrative Gallery em Londres, The Flag: Instruction manual #2 na Sazmanab Platform for contemporary art em Tehran, Flat-Pack Native and Other Pacific Constructions na Carlos Carvalho Arte Contemporanea em Lisboa, E um mundo novo! no Museu da Luz na Aldeia da Luz,This This Monster This Things na Ikon Gallery em Birmingham, You Are Now Entering_________ na CCA Londonderry~Derry em Irlanda do Norte, Image Wars no Abrons Art Center em New York, Da outra margem do Atlantico: alguns exemplos da fotografia e do video portugues no Centro Cultural Helio Oiticica em Rio de Janeiro, Imprinting the Social no Simulaker Galerija em Slovenia, além de ter exposto no NCCA-National Centre for Contemporary Art em Moscou, no Navikula Artis em São Petersburgo, na Fundacao EDP em Lisboa. O seu trabalho pode ser encontrado em várias coleções públicas e privadas como a Colecção de Arte da Fundação EDP em Lisboa, o MAR-Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro ea Galeria Saatchi em Londres. Pode encontrar o seu trabalho publicado em The Art of Not Making: The New Artist/Artisan Relationship bem como Nature Morte: Contemporary Artists Reinvigurate the Still Life Tradition ambos editados por Thames & Hudson.

Toggle collapsible region

desenvolvido por white imago