Daniel Blaufuks

A memória da memória
Daniel Blaufuks (Portugal)
 
A exposição A memória da memória de Daniel Blaufuks inclui dois trabalhos sobre memória, o primeiro é um filme – Carpe Diem – sobre a memória do próprio espaço expositivo em que se insere, um lugar privado que hoje é público. O segundo trabalho, é de fotografia – A memória dos outros – e fala sobre a possível memória encerrada em filmes privados. Os dois projectos apresentados falam, precisamente, da impossibilidade de aceder inteiramente à memória do outro, dado esta ser uma experiência sensorial e espacial e ser transmitida principalmente através de registos falados, escritos, fotográficos ou fílmicos, ou seja, através de uma memória dessa memória (evocação). Simultaneamente estes dois trabalhos realçam a importância dos arquivos de memórias como um elemento de transmissão e como base essencial para o conhecimento.

 

Vídeo :

"Um filme rodado no Palácio do Marquês de Pombal em Lisboa, que hoje alberga o espaço expositivo Carpe Diem, criado pelo curador Paulo Reis. A obra, filmada em película super 8, entrecruza os sons atuais do palácio, passos dos visitantes, da equipa, pássaros, aviões, etc., com as composições para piano de Luís de Freitas Branco, que aqui viveu e faleceu. Na sua apresentação original no próprio espaço do Carpe Diem, os registros gravados juntavam-se ainda aos ruídos em curso naquele próprio momento, criando uma certa confusão sonora entre o gravado e o real, entre o passado e o presente."

 

Toggle collapsible region

desenvolvido por white imago