Cabelo

Cabelo (Brasil)


O artista brasileiro combina a performance e a acção com a música e a literatura com as imagens da cultura de rua. A sua obra está repleta de ficções fantásticas e evasivas que fazem referências tanto poéticas quanto políticas, combinando o desenho com o vídeo, a performance com a arte do grafito. O lado ditirâmbico da sua obra apela à beleza através de desenhos fluidos e orgânicos que enchem os olhos pela leveza com que estão no mundo, parecem flutuar no cosmos. Estes labirintos mágicos, feitos de imagens de animais, seres mitológicos, aforismos e slogans políticos, inscritos sobre tecidos, papéis e lonas, permitem penetrar num espaço de magia, poesia e encanto. As fronteiras do dionisíaco e apolíneo são demolidas pela sua arte antropofágica e visceral. Para além da sua produção nas artes visuais, Cabelo é também um poeta, um cantor e um compositor. 

 

Co-Produção: Galeria Marilia Razuk Apoio: 3+1 Arte Contemporânea

Toggle collapsible region

desenvolvido por white imago