Paula Scamparini

Da residência artística de Paula Scamparini no Carpe Diem resulta uma obra em formato instalação, que consiste numa pesquisa centrada nos reflexos da colonização portuguesa na sociedade contemporânea brasileira a partir de livros escolares usados nas escolas públicas de “Ensino Fundamental” no Brasil. A obra tem dois momentos. Um momento visual, onde podemos observar as imagens retiradas destes livros sobre azulejos chacota e divididas em temas como cenas marítimas, indígenas, escravidão, missões jesuítas, quotidiano colonial, mapas, retratos e resistência negra, e um segundo momento, desta feita sonoro, no qual um índio da etnia Tukano narra uma história. Aqui, um texto de Clarisse Meireles contextualiza a história contada pelo índio. A artista convida o observador a caminhar por cima dos azulejos como ato simbólico.

Os livros escolares de onde foram retiradas as imagens estão disponíveis para consulta na biblioteca do Carpe Diem. Na loja encontram-se para aquisição uma série de azulejos pertencentes a esta série.

www.paulascamparini.com 

Toggle collapsible region

desenvolvido por white imago