Indie Moving Image

IndieMovingImage é uma nova proposta do Festival Internacional de Cinema Independente IndieLisboa. A iniciativa tem como objectivo a apresentação de trabalhos de imagem em movimento: filmes e vídeos de artistas e realizadores produzidos para um contexto expositivo de instalação. Com esta proposta pretende-se incluir no festival este modelo de produção cinemático, complexificando a sua programação, mas também participar no debate internacional sobre o futuro do cinema, nomeadamente no seu relacionamento com a arte contemporânea. Outro dos objectivos é fortalecer o diálogo do festival e do cinema em geral com o circuito de arte contemporânea, tanto com galerias comerciais como com espaços não comerciais, institucionais e independentes. O formato proposto para 2013 celebra o décimo aniversário do Festival com apresentações de diversos artistas que participaram em edições anteriores do Indie. A exposição colectiva tem o título de Leituras do Real, com o qual se pretende indicar a utilização da imagem em movimento como ferramenta para pensar a situação contemporânea em Portugal e internacionalmente.
Comissariado por João Laia
 
No Carpe Diem Arte e Pesquisa vai ser apresentado o filme de Camille Henrot, “Coupé/Decalé”. 
 
Camille Henrot - Coupé/Décalé, 2010
Filme 35mm transferido para Betanum, 5'20'' 
Cortesia da artista e kamel mennour, Paris
Coupé / Décalé é um filme experimental que alude a um estilo etnológico. O filme analógico foi cortado manualmente - literal e figurativamente - a fim de criar uma ligeira distância. Esta manipulação cria uma linha contínua, que separa a imagem em duas partes, que se encontram um segundo fora de sincronização. A rodagem do filme levou a artista à ilha de Pentecostes no arquipélago de Vanuatu para testemunhar em primeira mão um ritual que se presume ser um rito de passagem para a idade adulta, que é organizado para os turistas. A encenação do ritual revela o movimento de ideias e a mimesis inerente a qualquer cultura; a manipulação do filme pela artista tenta, por sua vez, sublinhar a modificação da tradição original e a sua reconstrução contemporânea. Coupé / Décalé reflecte sobre o funcionamento da dinâmica mimética, onde o que é copiado não é a própria forma cultural, mas a concepção externa dela mesma - neste caso, o facto que a cultura ocidental imitou uma tradição oriental que desde essa altura foi modificada para corresponder com a percepção ocidental da mesma.
 

Toggle collapsible region

desenvolvido por white imago