Hélène Veiga Gomes

Variações da Fé

Hélène Veiga Gomes (Portugal)

 

Um corredor, uma antecâmara, outra, a sala grande. Um poster de Meca. Um ponto de água. Ao longe, a voz do chamamento. “Variações da fé” é uma instalação que visa restituir os espaços simbólicos de uma mesquita contemporânea. Ao pesquisar sobre a dimensão ritual do culto muçulmano, Hélène Veiga Gomes trabalhou a partir das condições de transposição da sala de orações para a sala de exposição. As abluções, o descalçar-se e o rezar constituem as três etapas encenadas dentro do simulacro, sugerindo uma progressiva desmaterialização dos diferentes elementos sagrados para voltar à questão central: como pensar a fé?

 

Hélène Veiga Gomes nasceu em 1986. Trabalha uma linguagem que cruza antropologia e artes visuais. Vive entre Paris e Lisboa.

 

Curadoria: António Pinto Ribeiro

Em parceria com o Programa PRÓXIMO FUTURO, Fundação Calouste Gulbenkian

http://www.proximofuturo.gulbenkian.pt/

 

Hélène Veiga Gomes (Paris, 1986) es­tudou Le­tras, Imagem em Mo­vi­mento e, prin­ci­pal­mente, An­tro­po­logia. Atu­al­mente está a pre­parar uma tese em An­tro­po­logia na École des Hautes Études en Sci­ences So­ci­ales, em Paris, como bol­seira da Fun­dação para a Ci­ência e a Tec­no­logia. Nos úl­timos anos, de­sen­volveu a sua re­flexão e prá­tica na fo­to­grafia e no vídeo e tem tra­ba­lhado em vá­rios fes­ti­vais de ci­nema do­cu­mental. Cru­zando a an­tro­po­logia e a arte, con­cebeu a ex­po­sição “IN­TEN­DENTE(s)”, apre­sen­tada no Largo do In­ten­dente em Lisboa, área que ins­pira os seus di­fe­rentes pro­jetos em curso.

Toggle collapsible region

desenvolvido por white imago