Temps d'Images 2011

Sábado, 12 Novembro, 2011 - 12:00

Marcado por estreias absolutas, o Temps d’Images celebra e renova a cada ano acordos de co-programação com as mais relevantes instituições culturais lisboetas afirmando-se, assim, como um marcante Festival da cidade. Reunindo numerosos espaços, estreitando relações, compatibilizando estratégias programáticas e opções estéticas, o Temps d’Images Portugal, é o elo disseminador de dinâmicas e de práticas de encontros.
Acolhendo e convidando à experiência de outros meios expressivos e provocando colaborações entre criadores, o festival mostrará ainda projectos, aqui nomeados de estaleiros, que resultam de parcerias artísticas onde o palco encontra a imagem. Desses desafios, surgem projectos de risco, cujos frutos não são de colheita imediata, mas lançam inquietação para o futuro. Serão o legado de objectos incomuns que este festival proporciona. O seu todo desenha, durante aproximadamente um mês, na cidade de Lisboa um percurso que contamina treze espaços culturais diferentes, entre eles o Carpe Diem.
A edição 2011 confirmou o carácter cosmopolita e a importância do Temps d’Images Portugal  festival anual de características únicas na cidade de Lisboa, que afirma o seu cunho nacional e se enquadra no contexto europeu.
 
Carpe Diem Arte e Pesquisa e Festival Temps d’Image apresentam as performances
 
 
MB#8, com Miguel Bonneville  (PT)
 
Caster, com Annie Vigier e Franck Apertet (les gens d’Uterpan)(FR)
 
ApoioInstitut Français du Portugal 
 
Co-produção: 
Festival Temps d'Images

Toggle collapsible region

desenvolvido por white imago