Luísa Jacinto

WORK IN SPACE

Luísa Jacinto apresenta a série Work in Space como resultado da sua residência no Carpe Diem. É um trabalho sobre a relação entre o fazer humano e a natureza mais recuada que conhecemos - o universo. Como disse Ilya Prigogine, “não estamos sozinhos, fazemos parte de uma natureza criativa (...) de duas uma: ou a vida e o homem estão fora da natureza, ou a criatividade é uma propriedade geral do universo”..

Work in Space apresenta-se em três salas do Palácio Pombal.

As colagens apresentadas reúnem e manipulam dois arquivos de imagens distintos: um de reproduções de gravuras do século XVIII, e outro de fotografias do céu estrelado retiradas da internet. As outras peças surgem a partir destas colagens.

O biombo apresentado parte de uma gravura do século XVIII onde é representado um trabalho, duro fisicamente violento, ou mesmo escravo. A neutralização da violência do conteúdo das imagens pelo decorativismo da forma é matéria neste trabalho. A frivolidade implica sempre um contraponto pesado noutro lugar, normalmente longe da vista. Neste contexto, o desdobramento de uma gravura “sobre a ciência, as artes liberais e as artes mecânicas” numa peça de mobiliário decorativo cuja principal função é dividir (um biombo), é um modo de abolir uma outra divisão, é receber finalmente o escravo escondido no salão nobre.

A caixa de luz reproduz a imagem de uma colagem desta série, conferindo-lhe uma outra dimensão.

www.luisajacinto.com

Toggle collapsible region

desenvolvido por white imago