Bruno Vilela

Sala Verde resulta de uma residência do artista brasileiro Bruno Vilela no Carpe Diem Arte e Pesquisa. Bruno trabalhou entre o atelier que montou no Palácio e viagens feitas às paisagens de Portugal, do Cabo Espichel à Serra do Gerês. Durante este período fez vários estudos e fotografias que resultaram em 13 pinturas. O artista apresenta ainda uma carta, um mapa e um colar feito a partir de restos de cerâmica encontrados em Sintra. Este conjunto ganha forma a partir do seu primeiro livro, um thriller de horror psicológico sobre o palácio e as paisagens que visitou. Esta publicação, que é também um livro objeto, está à venda na loja do Carpe Diem. O mistério será então revelado na Sala Verde, antigo aposento do palacete e que tem, misteriosamente, o mesmo tom de turquesa das suas obras.

www.brunovilela.com.br 

Toggle collapsible region

desenvolvido por white imago